Sobre mim

Crise

07:56


Oi... É... Oi? Gente? Por onde devo começar?... Não sei mais.
Já faz quanto tempo? Quase um ano? Talvez.
A verdade é que eu não sabia como voltar. Depois que eu fico um tempo sem postar... Vou me acomodando, acomodando... E quando vejo já passou todo esse tempo. E além disso, pessoas próximas a mim descobriram meu blog. Droga... Não posso mais falar mal de ninguém! (kkkk)
Eu me formei, é verdade. Voltei pra casa e comecei uma nova fase na minha vida. Mas tudo ficou muito confuso a partir daí. Sinto que entrei em um período de crise. Fiquei longe do meu amor, e isso me enfraqueceu muito. Comecei a buscar emprego, e me decepcionei. Foram muitos "nãos", muitas viagens que acabaram dando em nada, até que encontrei um emprego e um cartaz na minha vida escrito "BEM VINDA A VIDA ADULTA".
Quando criança sonhava em ser adulta. "Ah, porque eu vou fazer tudo que EU quiser! Vou ser dona de mim mesma! Vou trabalhar e ter MEU dinheiro". Ah, cala a boca! Até parece.
A vida é diferente... Na vida as pessoas são duras, tem pressão o tempo todo, e você o que ganha com tudo isso? Uma úlcera no estômago... 
Todo dia eu escuto um "Mas você já é formada???? Tão nova!!", ou "Você é estagiária?" etc, etc...
Todo dia tenho que lutar contra meus medos. Já pensei em desistir muitas vezes. Recebo muita pressão psicológica o tempo todo. Tem pessoas legais, mas tem aquelas que fazem você se sentir péssima. Tem animais que eu não consigo salvar. Já chorei muito por isso. E as vezes no desespero, tenho que respirar fundo muitas vezes pra não sair correndo pela porta e ir embora, porque a pressão é demais pra mim. Mas eu tenho que me manter forte. É o que as pessoas dizem.
Deixei de fazer muitas coisas que eu gostava (o blog foi uma delas)... E não sei se eu gosto dessa pessoa que estou me tornando. Estudo e trabalho o tempo todo e me sinto culpada quando não estou fazendo isso. As vezes, quando me dou conta estou no meio da cidade, minhas pernas me levando à lugares que eu não gostaria de ir, mas eu vou... Porque? Porque eu tenho que ir, não tenho? Não sei...! Não sei mais...
Eu ainda estou aprendendo essas coisa de "ser adulta". Tenho falhado miseravelmente, confesso. Eu tento todo dia. E é difícil pra caramba se vocês querem saber. As vezes dá vontade de sair correndo, deixar tudo pra trás e ir pro Chile. Viver com as lhamas nas montanhas! O_O
Apesar de todas as coisas ruins, coisas boas continuam a acontecer. E eu tento me sentir grata por elas, por mais que as vezes seja difícil reparar nelas no meio de tanta merda! E aliás, as merdas acontecem por algum motivo, e se estão a acontecer agora, nesse momento da minha vida, existe uma boa razão para isso (li isso num livro de auto-ajuda, e estou tentando me agarrar a isso pra não enlouquecer. Então, vamos acreditar que é verdade!).
Eu ainda não sei o que vai ser da minha vida. Eu to nessa crise existencial e não sei quando vai passar. Só espero ter coragem para conseguir passar por ela, sã e salva.

Qual foi o objetivo deste texto? Isso mesmo. Nenhum.

Gostaria de dizer um "até logo", mas no momento tudo que posso dizer é um "tchau" mesmo. Pode ser que eu volte... 
Tchau!

Instagram

Facebook

Instagram